Home  |   My Store  |   My Creative Team  |   My Newsletter  |   Email  | 

23 de jun de 2005
Mulheres Elas sorriem quando querem gritar. Elas cantam quando querem chorar. Elas choram quando estão felizes. E riem quando estão nervosas. Elas brigam por aquilo que acreditam. Elas levantam-se para injustiça. Elas não levam "não" como resposta quando acreditam que existe melhor solução. Elas andam sem novos sapatos parasuas crianças poder tê-los. Elas vão ao médico com uma amiga assustada. Elas amam incondicionalmente. Elas choram quando suas crianças adoeceme se alegram quando suas crianças ganham prêmios. Elas ficam contentes quando ouvem sobreum aniversario ou um novo casamento. Pablo Neruda
Image Hosted by ImageShack.us

"Deus, dê-me serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para mudar aquelas que posso e sabedoria para saber a diferença entre as duas; Vivendo um dia de cada vez; apreciando um momento de cada vez; Aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz ."

Bookmark and Share
 
posted by Oneide Volkmer at 13:33:00 | Permalink |
21 de jun de 2005
"Um dia, um pensador indiano fez a seguinte pergunta a seus discípulos: -Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas? -Gritamos porque perdemos a calma, disse um deles. -Mas, por que gritar quando a outra pessoa está ao seu lado? Questionou novamente o pensador. -Bem, gritamos porque desejamos que a outra pessoa nos ouça, retrucou outro discípulo. E o mestre volta a perguntar: -Então não é possível falar-lhe em voz baixa? Várias outras respostas surgiram, mas nenhuma convenceu o pensador. Então ele esclareceu: -Vocês sabem porque se grita com uma pessoa quando se está aborrecido? O fato é que, quando duas pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poderem escutar-se mutuamente. Quanto mais aborrecidas estiverem, mais forte terão que gritar para ouvir um ao outro, através da grande distância. Por outro lado, o que sucede quando duas pessoas estão enamoradas? Elas não gritam. Falam suavemente. E por que? Porque seus corações estão muito perto. A distância entre elas é pequena. Às vezes estão tão próximos seus corações que nem falam, somente sussurram. E quando o amor é mais intenso, não necessitam sequer sussurrar, apenas se olham, e basta. Seus corações se entendem. É isso que acontece quando duas pessoas que se amam estão próximas. Por fim, o pensador conclui, dizendo: -Quando vocês discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não digam palavras que os distanciem mais, pois chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta". (Mahatma Gandhi)
Image Hosted by ImageShack.us

"Deus, dê-me serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para mudar aquelas que posso e sabedoria para saber a diferença entre as duas; Vivendo um dia de cada vez; apreciando um momento de cada vez; Aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz ."

Bookmark and Share
 
posted by Oneide Volkmer at 21:25:00 | Permalink | 0 comments
15 de jun de 2005
Um Dia dos Namorados... Diferente.... Hoje seria um dia, em especial... Que gostaria de estar ao seu lado, sentir o seu olhar sobre mim, seus braços me envolvendo, caminhar ao seu lado, nem que fosse apenas para sentir a sua presença. Saber de sua vida, seus planos, suas idéias, seus sonhos... Ouvir sua voz, sentir seu perfume, receber o seu carinho... Mas, me entristeço ao perceber que nada disso será possível... Pois você nem se lembra, sequer, da minha presença... Será que você sabe que eu existo? Será que se lembra de mim? Será que alguma vez, se lembrou??? Perguntas sem respostas...Apenas... Eu desistiria de tudo, se você me quisesse ao seu lado... Por uma palavra, iria ao seu encontro... Mas, você nem sabe que existo... Não é mesmo??? Portanto, neste dia em especial... Deixo aqui, um recado para seu coração... Quem sabe, pelo menos, ele me ouça... Onde você estiver, eu estarei sempre com você... Pois, como poderei caminhar sozinha? Se você está sempre dentro de mim...
Image Hosted by ImageShack.us

"Deus, dê-me serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para mudar aquelas que posso e sabedoria para saber a diferença entre as duas; Vivendo um dia de cada vez; apreciando um momento de cada vez; Aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz ."

Bookmark and Share
 
posted by Oneide Volkmer at 21:13:00 | Permalink | 0 comments
2 de jun de 2005
O Amor (from the book O Profeta) Quando o amor chamar, aceitem seu chamado, mesmo que o caminho seja duro, difícil. E quando suas asas se abrirem, entreguem-se, mesmo que a espada que está ali escondida termine provocando ferimentos. E quando o amor disser algo, acreditem, mesmo que sua voz destrua seus sonhos, como o vento do norte devasta os jardins. Porque o amor glorifica e crucifica. Faz crescer os ramos, e os poda. Tritura os homens, até que estejam flexíveis e dóceis. Os queima em fogo divino, para que possam converter-se em um pão sagrado, que será consumido no banquete de Deus. Entretanto, se tiverem medo, e quiserem encontrar no amor apenas a paz e o prazer, melhor que se afastem de sua porta, e procurem outro mundo, onde poderão rir mas sem toda alegria, e poderão chorar mas sem usar todas as lágrimas. O amor não dá nada e não pede nada além de si mesmo. O amor não possui nem é possuído - porque ele se basta. E não tentem dirigir o seu curso: porque se o amor achar que são dignos, ele os dirigirá até onde devem chegar.
Image Hosted by ImageShack.us

"Deus, dê-me serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para mudar aquelas que posso e sabedoria para saber a diferença entre as duas; Vivendo um dia de cada vez; apreciando um momento de cada vez; Aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz ."

Bookmark and Share
 
posted by Oneide Volkmer at 10:26:00 | Permalink | 0 comments


Image Hosted by ImageShack.us